• Nutrinha

Resiliência nos hábitos

Eu sempre me pergunto como é que alguém pode simplesmente ser fit ou ter um hábito de fazer algo que eu, por exemplo, não consigo. Sempre me falam isso sobre o que eu mostro lá no Instagram.

“Fê, como tu consegue tomar tanta água por dia?“Fê, como tu consegue comer só isso”

A gente precisa de início, saber que mudança de hábitos, ela só ocorre mesmo, a longo prazo. Demora e requer persistência.  Tudo que você muda “só” por que tá de dieta, volta depois. O que você muda por que entende que aqui é muito bom pra sua vida e que fará diferença na sua saúde, isso sim, é hábito e provavelmente sua vontade de adquiri-lo, irá fazer com que tenha mais persistência pra colocá-lo na rotina.

O que poucas pessoas compartilham é a quantidade de vezes que falhamos ao incluir um hábito na rotina. Salada, por exemplo, durante a minha vida toda, criança, adolescente e até mais ou menos uns 20 anos, eu não comia nada de salada. Fui começando com cenoura e brócolis no molho da massa, depois fui tirando da massa, combinando com alface e rúcula, juntando com molho de salada e aí abrindo minha mente pra outras verduras e saladas. 

Não foi fácil. Assim como deixar de tomar refrigerante, a gente quer parar, mas aí sente vontade, mas aí não tem o que tomar em casa, mas aí num fast food ele casa melhor, e etc etc. Até que você consegue! E se vê livre de algo que nem fazia tanta diferença na vida e a gente imagina que não vive sem.

Hábito é persistência. É errar, é focar de novo, errar outra vez e um dia conseguir e nem lembrar como era não conseguir. 

Tente, tente, tente até conseguir. Essa é minha grande dica. Hábitos novos são ótimos e nos ajudam a ser alguém melhor!

Beijos, 

#alimentação #habitos #resiliência

0 visualização

Siga

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

​© 2019 E AGORA, NUNTRINHA? - PORTO ALEGRE, RS l BRASIL