• Nutrinha

Peles sensíveis, reativas e alérgicas: 10 dicas pra escolher cremes e makes!

Peles sensibilizadas, reativas e alérgicas são uma tendência

Um dos temas abordados no meeting de dermatologia de San Diego em 2018 foi o crescimento de pacientes com peles sensibilizadas, reativas ou alérgicas. Cada vez mais tenho percebido isso também no dia a dia dos meus atendimentos. Muitas mulheres relatam ter pele sensível, sendo resultado, muitas vezes, da mudança no estilo de vida, pois hoje se têm um acesso maior a diversas marcas de cosméticos e produtos de higiene pessoal.

Me preocupa o fato de se ter muita informação e pouco conhecimento sobre o que se aplica na pele.

Esse tipo de pele é caracterizada por ter uma menor tolerância ao uso frequente e prolongado de cosméticos. Essa sensibilidade pode vir ou não acompanhada de sinais físicos evidentes de irritação.

Acredita-se que fatores genéticos estejam associados a fatores internos e externos, podendo desencadear ou agravar uma crise.

  1. Fatores internos – pessoas que ficam facilmente com a pele do rosto vermelha, histórico de reações a cosméticos, maquiagens, plantas etc. Baixo nível de hidratação, vasinhos aparentes na pele, alterações hormonais e estresse.

  2. Fatores externos – uso de cosméticos, maquiagens e artigos de higiene inapropriados para pele sensível (contendo na formulação álcool, propilenoglicol, butilenoglicol, resorcina, ácido tricloroacético, alfa-hidroxiácidos etc.). Alguns procedimentos estéticos também podem agravar a sensibilidade da pele.

  3. Fatores ambientais – exposição a radiação solar, frio, calor, vento, ar condicionado, poluição, comidas apimentadas, uso excessivo de cosméticos com ativos potencialmente alergênicos e maquiagens.

Um estudo publicado na revista americana de dermatite de contato conduzido por Muizzuddin comprovou que o uso de produtos contendo o mínimo de conservantes e sem surfactantes por 8 semanas, leva a mudanças nas características da pele sensível, melhorando a função de barreira e sua reatividade, deixando a pele semelhante a peles não sensíveis. Olha que estudo bacana e importante para reduzir quadros de sensibilidade. E você, já percebeu alguma reação diferente na pele? Se você está se identificando comece a ficar atenta a tudo aquilo que aplica na pele.

Faça uso de hidratantes e ativos que fortalecem a função barreira, pois hidratam e diminuem a possibilidade de irritações, além de restaurar a integridade do estrato córneo (camada mais superficial da pele). Assim como o uso de produtos especialmente desenvolvidos para esse tipo de pele. Outro ponto fundamental é a limpeza adequada, dê preferência a sabonetes associados a ativos hidratantes.

Fica aqui minhas 10 dicas para ajudar na escolha de cosméticos e maquiagens:

  1. Dê preferência para maquiagem em pó ao invés de cremes.

  2. Evitar maquiagens à prova d’água.

  3. Descarte cosméticos que estão a muito tempo guardados.

  4. Prefira maquiagem sem filtro solar químico, prefira os filtros físicos.

  5. Escolha maquiagens com menos de 10 ingredientes na sua formulação.

  6. Aplique o menor número possível de cosméticos.

  7. Use água termal ou loções de limpeza sem enxágue.

  8. Escolha hidratantes com textura leve.

  9. Reaplique os hidratantes várias vezes ao dia, especialmente quando se expor a ambientes muito quentes, muito frios ou com ar condicionado.

  10. Escolha produtos para o couro cabeludo sem surfactantes irritantes (com sulfato, como Lauril sulfato de sódio)

A pele sensível é fenômeno universal da sociedade moderna, com aumento cada vez maior de pessoas com essas características de pele. O conhecimento adequado da pele e o uso correto de cosméticos trará maior conforto e reduzirá a incidência de reações na pele.

Grata pelo convite das meninas e oportunidade de compartilhar com vocês. Espero que tenham curtido, um beijo e se cuidem!

Aline Vaz – @alinevazesteta

#cuidados #pele

0 visualização

Siga

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

​© 2019 E AGORA, NUNTRINHA? - PORTO ALEGRE, RS l BRASIL