• Nutrinha

Comer menos e se exercitar mais não é eficaz para emagrecer

Com certeza você leu o título desse texto e deu aquela coçadinha na cabeça de quem não entendeu absolutamente nada. Calma que eu vou explicar essa história melhor mas já adianto que se você faz parte daquele grupo de pessoas que tenta emagrecer há anos, faz dietas super restritivas e pegou um ódio mortal da academia – já que você se mata malhando e não vê resultados – esse texto é pra você! E psiu, você não está sozinho. 99% das pessoas acredita que o segredo para emagrecer é comer menos e se exercitar mais. E isso está comprovadamente errado! É claro que se você tiver um déficit calórico e gastar mais calorias do que o que consume, você vai acabar perdendo peso (e lembre que perder peso não significa perder gordura, hein?!) mas será que só isso é sustentável a longo prazo?

Um emagrecimento saudável é aquele que te leva ao seu peso ideal e faz com que você se mantenha estável nele pra sempre. O efeito sanfona tá aí pra nos provar que a maioria das dietas estão fadadas ao fracasso. Isso acontece por 2 motivos: o primeiro é a tentativa de seguir uma dieta que não foi calculada pra você e não tem o acompanhamento de um profissional capacitado. E o segundo, é acreditar que para perder peso você só precisa controlar sua ingestão de calorias e se exercitar mais. Um médico canadense diz que “Todos os estudos feitos com dietas de baixa caloria são incrivelmente similares e mal sucedidos. É um histórico de 35 anos de fracasso total”. Ok, nós já sabemos o que definitivamente não funciona, o que de fato faz parte de um emagrecimento eficaz e saudável? Precisamos mudar o que comemos, e não o quanto comemos!

O tipo de calorias que você vai consumir é mais importante do que a quantidade de calorias que você vai consumir. Isso porque, 300 calorias provenientes de um donuts não estimulam o seu metabolismo da mesma maneira que 300 calorias provenientes de 3 maçãs. Lembrem sempre: comer envolve uma infinidade de rotas metabólicas que são ativadas ou inibidas de acordo com a qualidade do alimento que você consome. Como assim? Alguns alimentos ativam hormônios que estão diretamente ligados ao ganho de peso, independente das calorias que ele contém. O que mais influencia nessas rotas metabólicas é a qualidade do alimento e não a quantidade ingerida. É por isso também que ir correndo pra academia pra tentar queimar a pizza inteira que você comeu ontem não faz o menor sentido. Mas pera lá: atividade física regular é importante no processo sim, viu? O foco só não é em quantas calorias você vai queimar.

Super beijo e até a próxima!

#calorias #comer #exercicios #nutricionista

Siga

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

​© 2019 E AGORA, NUNTRINHA? - PORTO ALEGRE, RS l BRASIL